sexta-feira, 24 de março de 2017

Metas Trace as Suas

Meta Trace as suas.....
Meta é a característica mais marcante das pessoas que realmente conseguem resultados efetivos e suas vidas. Elas precisam ter bem definido onde querem chegar.
Mas o que torna tão importante trabalhar com metas estabelecidas?
Ter uma direção? Ter um alvo? Não é difícil compreender isso.
Todos querem uma empresa e um lucro maior, um carro, uma casa, perder peso, enfim, algo para suas vidas, porém nunca definem especificamente o que de fato querem.
Um carro, qual modelo? Cor? Ano?
Uma casa onde? Quantos quartos? Qual o valor?
Maior lucro para empresa, quanto?
Perder peso, quanto?
Pela falta de não se saber o que se quer, não mensura. Conhecemos pessoas que são extremamente dedicadas ao seu dia a dia , vivem se sacrificando, acordam cedo, trabalham nos finais de semanas e abrem mão da vida em família. Como não definirem onde querem chegar todo esse esforço será em vão pois irão continuar se sacrificando uma vida inteira sem saber Deixo uma forma de escrever essas metas que tem dado muito certo comigo, para que você possa escrever de maneira clara e específica. Para que tudo dê certo não deixe sua meta no papel, estabelecer é muito importante, porém colocar em ação, ou seja, trabalhar para que se possa alcançá-las é a chave do sucesso. Abaixo um esquema para traçar suas metas, Sucesso será o seu resultado final. !!!

M de mensurável – se você não puder medir o resultado, como saberá se conseguiu ou não atingir seu alvo? “Ter o máximo de clientes possíveis” não é uma meta, afinal, quanto representa o máximo? Se você considerar isto como meta, qualquer valor que atingir vai achar que este é o máximo…

E de específica – mais uma vez, deixar o mais claro possível aonde se quer chegar ajuda a descobrir o caminho e concentrar seus esforços. “Vou ter um carro” poderá ficar mais potente explicando: Qual carro? Modelo? Cor? Ano?
A de atingível – a meta precisa ser algo tangível. Estabelecer que fosse visitar a lua até o meu próximo aniversário certamente não me motivará. Por outro lado, estabelecer uma meta que não seja desafiante também não mobiliza esforços para atingi-la.
T de temporal – outra arma poderosa no estabelecimento de metas é o prazo para se atingi-las. Estabelecer um prazo ajuda a nos organizarmos e, geralmente, levamos menos tempo do que o necessário para se atingir a meta. Afinal, se não colocamos prazo teremos a vida toda para tentarmos…
S de significado pessoal – A meta deve ter um significado pessoal. Algo que realmente faça com que você não levante da cama de manhã, mas pule dela com “sangue nos olhos”, para trilhar mais uma etapa do caminho que lhe levará a sua META.
Feito isso eleja um apoiador, aquela pessoa que vai te cobrar os resultados.. essa pessoas as vezes se torna até chata, mas é essencial...
Sugiro, também, dois livros sobre o assunto:
1- Metas que Desafiam – Mark Muphy
2- Metas – Brian Tracyo porquê e para que.

Texto Publicado originalmente em  24/03/2014.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Equilibrio

Equilíbrio

"Equilíbrio é a habilidade de olhar para a vida a partir de uma perspectiva clara - fazer a coisa certa no momento certo.
Uma pessoa equilibrada será capaz de apreciar a beleza e o significado de cada situação seja ela adversa ou favorável.
Equilíbrio é a habilidade de aprender com a situação e de prosseguir com sentimentos positivos. É estar sempre alerta, ser totalmente focado, e ter uma visão ampla.
Equilíbrio vem do entendimento, humildade e tolerância. O mais elevado estado de equilíbrio é voar livre de tudo e, ainda assim, manter-se firmemente enraizado na realidade do mundo.

sexta-feira, 10 de março de 2017

O profissional do Sucesso

 O Profissional do Sucesso
Todos querem trabalhar numa excelente corporação. Todos querem estar nas "Melhores Empresas Para Se Trabalhar". O que nem todos captam é que quem faz esta ou aquela empresa ser uma organização bem-quista por todos são as pessoas. São os funcionários, os capitais humanos que fazem com que uma empresa cresça e se multiplique em seu nicho mercadológico. Logo, o que faz uma empresa ser melhor para se trabalhar é a própria pessoa que nela atua.

            Várias pessoas têm conversado comigo, seja após minhas palestras,  ou nos cursos, e me perguntam quais habilidades esses profissionais devem ter para fazer de qualquer organização uma empresa melhor. Como estou sempre observando o mercado e atuando nas empresas  onde procuro identificar tendências e analisar como é o comportamento das pessoas, pude perceber quais são as necessidades das organizações, e quais são os profissionais que estão um passo à frente dos demais.

Abaixo procurei sintetizar o que observei para poder compartilhar com você um pouco dessas habilidades que, creio, são imprescindíveis. Noto que essas habilidades fazem parte das pessoas que possuem um perfil empreendedor ou os chamados intra-empreendedores que fazem a diferença nas organizações. Nas minhas palestras, costumo dizer que, se que deve se contratar pessoas com atitudes  dando preferência acima da técnica, pois técnica se ensina, atitude não, atitude vem de dentro é aquela pessoa  cheia de vitalidade, de energia, que não vê a hora de arregaçar as mangas e começar a fazer aquilo que ela tem de melhor que já vai fazendo, porque ela tem consciência do que pode agregar e o que pode fazer de diferente em seu ambiente profissional.

Além disso essa pessoa tem um  brilho único no olhar e da consciência da relevância que ela tem no que faz, observei  ainda outras habilidades:
·  Integridade e coerência em conseguir que as pessoas se comprometam com ela e que gostem de cooperar.
·  Flexibilidade para lidar com imprevistos e conseguir contorná-los.
·  Autoconfiança e autoconhecimento são importantes para sua segurança em tomar decisões e assumir riscos.
·  Intuição para ajudar a desenvolver ainda mais a capacidade criativa e a agir quando o tempo é escasso.
·  Capacidade crítica para analisar dados, informações, circunstâncias e ações, ajudando na tomada de decisões.
·  Iniciativa para tornar reais as boas idéias e para agir com velocidade e inovação.
·  Compreensão da cultura da companhia e de todos que fazem parte dela.
·  Bom relacionamento com a hierarquia, colegas de trabalho, clientes e fornecedores.
·  Liderança e empatia para trabalhar em equipe, para interpretar o comportamento das pessoas que estão próximas e encorajá-las a expressar suas idéias, sentimentos e opiniões.
·  Visão de negócio, para não desperdiçar oportunidades.
·  Capacidade de comunicação e de negociação, fundamentais para conseguir realizar acordos em qualquer área de atuação.
·  Capacidade de aprendizagem e de desenvolvimento pessoal para estar sempre disposto a iniciar novas tarefas e buscar novos enfoques para as ações realizadas no trabalho.
·  Autocontrole e gestão das emoções para controlar as situações difíceis que surgem diante de pressões, cobranças, estresse e hostilidade.

Um profissional deve analisar quais destas características estão presentes em suas ações, e verificar os momentos em que elas se sobressaem. Deve observar e avaliar seu comportamento, para investir, desenvolver e potencializar as habilidades que não estão muito presentes no seu dia-a-dia. Assim, tanto profissional como empresa terão uma atuação máxima, e a empresa melhor para se trabalhar terá essa classificação, pois possuirá os melhores profissionais para se contratar.

Pense nisto aja e seja o melhor. Lembre-se você faz a sua Empresa. Então Sucesso!!!!!!!!


sábado, 4 de março de 2017

Mulher não discute


Mulher não discute, ela explica porque está certa...

Ruth Catala - Com todo Respeito

Gostei da Ruth Catala - Apropriação Cultural; Preconceito • Racismo • Discriminação
Que discernimento, que atitude, que discurso inteligente e sensato. Muito Bem  Ruth! As pessoas esqueceram de lutar pela saúde, pelo emprego, pela dignidade porque estão mais preocupadas com os turbantes.
Compartilhei com grande respeito e admiração. A unidade vem do compartilhar culturas, experiências, conquistas, conhecimento, retidão e respeito ao próximo!!!

quinta-feira, 2 de março de 2017

Crimes Virtuais


Fato, fomos vitima disso, mas pior mesmo quando a pessoa utiliza de dados e identidades "Fake"s e duplos para expor sua maldade, mas não se preocupe tudo será bem apurado conforme denúncia realizada na delegaciaeletronica.sc.gov.br com documentos printados da tela entregues as autoridades; agradeço a sua preocupação. Vamos ficar de olho pois nunca se sabe quem pode ser a próxima vítima, ainda bem que nossos computadores e smartfones possuem um programa que identifica o IP das máquinas que nos acessa.

Quais são os crimes virtuais mais comuns?

O mundo, como sabemos, está cada vez mais conectado. Atualmente, a vida das pessoas está interligada à internet. As redes sociais, por exemplo, contam com milhares de usuários em todo o planeta. Há também quem não faz uso das famosas redes, porém, acessa a internet para outros serviços, como transações bancárias, compras online, entre outros.

Com o crescente número de usuários web há cada vez mais espertalhões tentando tirar proveito da situação para roubar alguma informação. Os meios mais comuns para isso é através do phishing (conversas ou mensagens falsas com links fraudulentos), spam (mensagens enviadas sem o consentimento do usuário) e malwares (softwares maliciosos instalados sem permissão do usuário, como vírus. Confira aqui a diferença entre pishing, malware e vírus.

A prática de crimes virtuais ainda é muito comum justamente pela ilusão que o computador não poderá revelar a identidade dos evolvidos, além disso, muitos acreditam que a punição ainda é muito branda, ou mesmo inexistente.

Os usuários, por sua vez, ainda estão despreparados para reconhecer possíveis tentativas de fraudes, e assim acabam caindo em algum golpe. Por fim, por não saberem de seus direitos, acabam ficando calados perante os crimes praticados.

Em quais locais ocorrem os crimes mais comuns:
Aplicativos maliciososCom a consagração dos smartphones, vários aplicativos são desenvolvidos especialmente para o roubo de dados em celulares;

Lojas virtuais falsas: As compras realizadas através da internet estão cada vez maiores, em virtude disso, muitos criminosos do ramo acabam criando ofertas falsas, com preços tentadores de produtos que costumam ser o sonho de consumo de muita gente. Então, cuidado, antes de se render a uma grande oferta, certifique-se que não se trata de um golpe;

Hotéis: Grande parte das pessoas que viajam costuma fazer as reservas de hotéis de forma online. Sabendo disso, os criminosos se aproveitam da situação para enviar e-mails falsos para os usuários solicitando que seja preenchido um formulário, assim, os criminosos conseguem várias informações sobre os usuários, incluindo dados bancários.

A prática dos crimes nas redes sociais
Para quem imagina que está imune a qualquer crime virtual, ou que esse tipo de modalidade de ato só acontece com pessoas altamente despreparadas, saiba que você pode estar enganado. Ao clicar em qualquer link malicioso, ou mesmo dispor muitas informações pessoais nas redes sociais você poderá se tornar mais uma vítima de tais crimes.

Além disso, com o grande número de usuários nas redes sociais, muitas interações acabando sendo considerados crimes. Muitas pessoas acabam utilizando as redes sociais para cometer algum delito, esquecendo que no local também existem regras e punições.

Confira abaixo os crimes que costumam ser praticados nas redes sociais:
  • ·       Calúnia: Inventar histórias falsas sobre alguém;
  • ·       Insultos: Falar mal ou mesmo insultar uma pessoa;
  • ·       Difamação: Associar uma pessoa a um acontecimento que possa denigrir a sua imagem;
  • ·       Divulgação de material confidencial: Revelar segredos de terceiros, bem como materiais íntimos, como fotos e documentos;
  • ·       Ato obsceno: Disponibilizar algum ato que ofenda os terceiros;
  • ·       Apologia ao crime: Criar comunidades que ensinem a burlar normas ou mesmo que divulguem atos ilícitos já realizados;
  • ·       Perfil falso: Criar uma falsa identidade nas redes sociais;
  • ·       Preconceito ou discriminação: Fazer comentários nas redes sociais, fóruns, chats, e-mails, e outros, de forma negativa sobre religião, etnias, raças, etc;
  • ·       Pedofilia: Troca de informações e imagens de crianças ou adolescentes.

Como fazer para se proteger?
Primeiramente devemos lembrar que todo e qualquer crime praticado na internet possui leis que os representam. Deste modo, em nenhuma hipótese a melhor alternativa é ficar calado. Se você caiu, mesmo sem querer, em qualquer golpe pela web, ou mesmo foi vítima de qualquer situação desfavorável em uma rede social, lembre-se há leis que amparam a sua situação. Muitas pessoas também são chantageadas por pessoas, no geral, conhecidos, ex-namorados, ex-maridos com a divulgação de fotos íntimas na rede, saiba que, mesmo que a divulgação não seja feita, o crime está estabelecido, então, o melhor é denunciar.

O primeiro passo, após ser vítima de qualquer crime virtual, seja qual for a modalidade, é procurar uma Delegacia Especializada em Crimes Eletrônicos. Caso não exista em sua cidade, a denúncia pode ser feita em qualquer outra Delegacia.
Após, o ideal é procurar um advogado especializado em Direito Digital, para que o profissional possa guiar da melhor forma a vítima desse tipo de crime.

Confira abaixo endereços de Delegacias Especializadas em Crimes Virtuais 

São Paulo: 
DIG-DEIC – 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Av. Zack Narchi, 152, Carandiru – São Paulo (SP) Fone: (11) 2224-0721 ou 2221 – 7030. Para denunciar qualquer espécie de delito virtual anonimamente, utilize o e-mail:4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

Rio de Janeiro: 
Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) – Rua Professor Clementino Fraga, nº 77 (2º andar), Cidade Nova (prédio da 6ª DP), Rio de Janeiro/RJ (CEP: 20230-250), telefones (0xx21) 2332-8192, 2332-8188 e 23328191 e e-mails drci@pcivil.rj.gov.br ;

Espírito Santo:
Delegacia de Repressão a Crimes Eletrônicos (DRCE) – Av. Nossa Senhora da Penha, 2290, Bairro Santa Luiza, Vitória/ES (CEP: 29045-403), telefone (0xx27) 3137-2607 e e-mail drce@pc.es.gov.br;

Minas Gerais:
DEICC – Delegacia Especializada de Investigações de Crimes Cibernéticos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 2855 – Bairro Carlos Prates – CEP: 30.710-020, Telefone (33) 3212-3002, e-mail dercifelab.di@pc.mg.gov.br;

Paraná:
Nuciber da Polícia Civil do Paraná – Rua José Loureiro, 376, 1º andar – sala 1  – Centro – 80010-000 – Curitiba-PR, Tel:(41) 3323-9448 – Fax: (41) 3323-9448, e-mail cibercrimes@pc.pr.gov.br;

Rio Grande do Sul:
Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI/DEIC) – Av. Cristiano Fischer, 1440, Bairro Jardim do Salso em Porto Alegre, na mesma sede do DEIC. O telefone de contato é (0xx51) 3288-9815, e-mail drci@pc.rs.gov.br;

Distrito Federal: 
Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT) – Não atende diretamente ao público, neste caso a vítima pode procurar a delegacia mais próxima para efetuar registro de ocorrência, A DICAT é uma Divisão especializada em crimes tecnológicos que tem como atribuição assessorar as demais unidades da Polícia Civil do Distrito Federal, o telefone é (0xx61) 3462-9533 e e-mail dicat@pcdf.df.gov.br;

Goiás:
Gerência de Inteligência da Polícia Civil – Setor de Análise (0xx62) 3201-6352 e 6357)

Pará:
Delegacia de Repressão aos Crimes Tecnológicos – Travessa Vileta, n° 1.100,  Pedreira. Belém-PA. CEP: 66.085-710, com telefone de contato (91) 4006-8103, e-mail drct@policiacivil.pa.gov.br. A DRCT é vinculada à Diretoria de Repressão ao Crime Organizado.

Mato Grosso – Cuiabá:
Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia – GECAT –  Av. Cel. Escolástico Nº, Bandeirantes – Cuiabá – Cep: 78.010-200 – Telefone: (65) 363-5656

Sergipe – Aracaju
Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) – Rua Laranjeiras, nº 960, Bairro Centro  – Aracaju – Cep: 4900-000 telefone: (79) 3198-1124

Santa Catarina