COMPORTAMENTO DO LIDER QUE DESPERTA E MANTÉM INTERESSES

 

          A   visão  mais  objetiva  quanto a liderança  ideal   este  milênio nos transporta  a  necessidade absoluta de que as empresas  mantenham em seus   quadros   profissionais    verdadeiramente   capazes   de   conduzir    pessoas,   mante-las  motivadas   e  verdadeiramente interessadas   no   trabalho   e   no   sucesso  da empresa, só  alcançaram  estes objetivos aqueles realmente  competentes na arte de transformar pessoas,  ambientes , empresas, cidades,   estados  e  até  nações através  de  suas imensas  qualidades pessoais.   As quais chamo de: : 


                

      LIDERES TRANSFORMADORES

      Lideres transformam  e a transformação não será levada a cabo por geração espontânea nem nas empresas nem no nosso país. Nem é  impulsionada por pessoas dotadas de qualidades extraordinárias mas uma das principais qualidades será a capacidade para fomentar o seu próprio alto desenvolvimento de forma permanente e de estimular os demais de forma permanente também.

      Ambas as qualidades estabelecem uma diferença notável no estilo e nos resultados, entre os autodenominados “líderes” e os “líderes transformadores”, cuja máxima contribuição é a de multiplicar-se através do desenvolvimento de outros líderes.

      O líder transformador é uma figura social – a mais importante para impulsionar e consolidar a transformação  em um país em desenvolvimento como o nosso.

      É bastante improvável que alguma pessoa chegue a perfeição nas virtudes – chave do líder transformador que  menciono a seguir, porém elas compõe a base para solidificar a autêntica realização pessoal de qualquer ser humano e constituem as qualidades dos líderes transformadores que::

 

·        Amam profundamente o que fazem  e respeitam a vida em todas as suas formas e a familia;

·        Estão permanentemente em ação são auto-motivados, suas mentes nunca entram em férias;

·        Possuem  profundo sentimento de amizade não os misturando com suas responsabilidades;

·        Estimulam o auto desenvolvimento dos demais de forma permanente;

·        São autocríticos por excelência e são autodidatas;

·        Possuem e infundem coragem, confiança, são criativos, caridosos e complacentes;

·        Não apenas controlam e se adaptam as mudança como também as promovem;

·        Possuem conhecimentos especializados, concentração e imprimem continuidade a ação;

·        Assumem  sempre  novos desafios, considerando-os essenciais a evolução social e pessoal;

·        Possuem grande controle sobre as suas emoções, ainda que a maioria das vezes não tenha a menor inibição de exteriorizar os seus sentimentos;

·        Possuem um pensamento treinado para conceber táticas eficazes, antes de lançar-se a ação;

·        Tudo o que está vinculado a ética e a moral é inegociável para eles;

·        Educam a todos, sentindo-se mestres antes de chefes, sendo pessoas com desempenho superior ao normal, ,transmitem invariável sensação de equilíbrio, são eficazes na concepção e eficientes na realização, jamais assumem os fracassos, encarando-os como resultados e não  como algo definitivo, aceitam-nos como parte do jogo, não os temem e tampouco os ocultam,

·        Aprendem com os erros, as falhas e continuam com o ânimo renovado;

·        Demonstram possuir profunda fé nos resultados positivos de tudo o que empreendem;

·        Tem um sentido correto da fidelidade, em todas as suas expressões;

·        A “confiabilidade” nos mesmos pode ser total; são honestos, transparentes, íntegros, leais e justos; . “Posso “ e  “poderemos” são palavras que utilizam constantemente para orientar sua ação  e de seus colaboradores;

·        São inovadores;  humildes, aprendendo e se beneficiando com as conhecimentos dos outros. Sabem que o mundo é mais importante que eles e tem bem claro o fato de que sem um bom trabalho de equipe não conseguirão os resultados pretendidos;

·        Jamais imitam alguém, se bem que reconhecem e aceitam tudo o que de bom possuem as outras pessoas. São “eles mesmos” sempre!

·        Sua liderança, tem como cenário principal a “linha e fogo”. Em outras palavras eles se encontram onde se encontram os seus colaboradores, clientes, dirigidos, Eles vivem a ação.

·        São completamente não egoístas!!! Concebem a formação e a multiplicação de outros líderes transformadores como o resultado mais significativo do seu trabalho;

·        Possuem profundo conhecimento na natureza humana e das condutas dos seres humanos;

·        São invariavelmente otimistas, o que não os impede de forma alguma de serem realistas;

·        A coisa mais importante para eles  é o ser humano e é o fundamental !!!;

·        Concentram suas energias em uma escala de prioridades, presente em suas atividades;

·        Aprenderam que na vida o preço de êxito se paga antecipadamente e assim fazem sempre qualquer que seja o seu custo;

·        Vivem intensamente o presente. Confessam que é o único tempo que podem conjugar. Do passado extraem apenas os exemplos e ao futuro dedicam o tempo imprescindível;

·        Possuem perseverança indestrutível. Sempre vão bem mais longe que as barreiras que detêm os homens comuns e as enfrentam  com tenacidade à toda prova;

·        Planificam suas ações, porém jamais chegam à “paralisia devido análise”;

·        Cumprem invariavelmente as suas promessas;

·        Suas vidas são intensas e prósperas. A prosperidade é um bem que os acompanha com um efeito natural dos empreendimentos que lideram,

·        Criam e distribuem riquezas;  sempre têm respostas concretas, incluindo “eu não sei nada sobre isso!!! ”;

·        Praticam a “regra de ouro.  Comportam-se com os demais da mesa forma que   desejam que estes se comportem com eles. São profundamente respeitosos com os direitos dos outros;

·        São sensíveis ao meio no qual se movem. São prudentes, ainda que constantemente vivam assumindo novos riscos e desafios; São tolerantes com as opiniões alheias. Estão tão empenhados em fazer a sua obra que e não dispõe de tempo para discutir e muito menos para ofender outras pessoas;

·        Possuem e protegem-se para ter uma boa saúde, mediante a ausência de vícios prejudiciais e a prática de bons hábitos na alimentação, cuidado físico e descanso;

·        A maioria deles evidencia possuir forte sexualidade;

·        Possuem extraordinária habilidade para administrar suas atitudes em relação ao único recurso não renovável: o tempo; Estão sempre simplificando,mas são invencíveis na arte do trabalho duro;

·        Infundem vitalidade à própria atividade e à dos outros e assim mantêm relações humanas construtivas e agradáveis;, amam a verdade, chamando as coisas sempre pelo seu nome real

 

 Dessa  maneira  não há como  duvidar de  que o poder  acumulado em tantas virtudes colocadas em ação é enorme.O líder  que desperta e mantém interesses dentro da sua equipe é aquele capaz de, através do seu caráter, ser efetivamente um transformador de comportamentos e atitudes.Os líderes transformadores fazem jus a esse nome pois despertam emoções positivas em outras pessoas e as impelem à ação, fomentando-se à autodeterminação, à confiança e a segurança. Geram credibilidade, entusiasmo e elevam de forma notável as possibilidades de êxito nos seus empreendimentos.Há quem diga que não se pode “ensinar” a liderança, porém acredito que ela pode ser aprendida e auto-desenvolvida ! ! !

             Como pessoas e como seres sociais, nossa maior necessidade é encontrar uma causa, uma atividade, que dê sentido e valor às nossas vidas para que através dela possamos alcançar a realização pessoal e social.

 

A principal obra do líder transformador consiste em criar esse sentido e esse valor para aqueles que ele lidera !

Lideres Transformam.

 

Paulo Roberto Kroich Gomes

Como fazer benchmarking

              Você empresário, profissional, enfim um leitor que tem me acompanhado por estas edições, aonde falamos nos mais  diversos temas   já deve ter se perguntando o que é Benchmarking  e o mercado fala muito disso  de uma forma muito simples vou desvendar este mistério. Benchmarking

é um dos mais úteis instrumentos de gestão para melhorar o desempenho das empresas e conquistar a superioridade em relação à concorrência. Baseia-se na aprendizagem das melhores experiências de empresas similares e ajuda a explicar todo o processo que envolve uma excelente "performance" empresarial. A essência deste instrumento parte do princípio de que nenhuma empresa é a melhor em tudo, o que implica reconhecer que existe no mercado quem faz melhor do que nós e quando a aprendizagem resultante de um processo de benchmarking é aplicada de forma correta facilita a melhoria do desempenho em situações críticas  e o desenvolvimento da empresa. Enfim Benchmarking é um processo de estudo de concorrência, podendo ser uma análise profunda das melhores práticas usadas por empresas de um mesmo setor que o seu e que podem ser replicadas no seu empreendimento. Entre seus benefícios estão a redução de custos, aumento na produtividade e ampliação na margem de lucro.

 Passo 1 - Conhecer os tipos de benchmarking

O benchmarking pode ser classificado em três tipos:

              Interno - Trata-se do tipo de benchmarking mais utilizado. Consiste em comparar as operações da empresa com as de um departamento interno da própria empresa ou de outras empresas do mesmo grupo. O objetivo é identificar internamente o modelo a seguir. É fácil de implementar uma vez que as informações se encontram acessíveis, sendo por isso fáceis de recolher. Apresenta como grande desvantagem as limitações decorrentes de um processo meramente de âmbito interno.   

             Competitivo - Tem como alvo a concorrência direta, ou seja a que desenvolve a sua actividade dirigida ao mesmo target. Prevê a comparação dos produtos e serviços, assim como dos métodos de trabalho da empresa. Tem como fim superar o desempenho da concorrência, identificando os problemas com que ela se debate. Trata-se de um tipo de benchmarking difícil de pôr em prática uma vez que se torna praticamente impossível que as empresas facilitem à concorrência dados das respectivas atividades. Por isso, as informações são difíceis de recolher e por vezes torna-se necessário contratar uma empresa de consultoria externa para conseguir obter os dados pretendidos. 

                  Genérico ou multisetorial - Consiste na comparação entre empresas de diferentes sectores (reconhecidas como tendo as melhores práticas em produtos, serviços ou métodos) com o objetivo de identificar e determinar as melhores práticas para determinada área. Permite detectar a inovação mais original e transpô-la para a empresa. É no benchmarking genérico ou multisetorial que se encontra a maior parte de exemplos práticos. Por outro lado, como se trata de empresas de indústrias diferentes, encontra-se, aqui sim, maior abertura para a troca de informação.

Passo 2 - Aprender os princípios do benchmarking

O benchmarking assenta nos seguintes princípios:

      Reciprocidade - O benchmarking baseia-se em relações recíprocas. Quando solicitamos informações a uma empresa comprometemo-nos automaticamente a facultar as nossas informações. É como uma rua de dois sentidos na qual todos os intervenientes beneficiam da partilha de informação. Este processo, no entanto, deve ser precedido de uma negociação sobre os limites e as especificidades da troca de informações.

        Analogia - Para produzir resultados eficazes, torna-se necessário manter uma analogia com os métodos da nossa empresa. Ou seja, às equipas de benchmarking é exigido que saibam adaptar os processos da organização estudada (que utiliza processos distintos) à respectiva organização que faz o benchmarking.

      Medição - Os sistemas de medição, assim como as ferramentas utilizadas na análise dependem dos indicadores selecionados pelas empresas que partilham o estudo. Deve ter-se sempre em conta que o benchmarking é uma comparação de desempenho entre empresas.

     Validação - As equipes de benchmarking devem validar os seus estudos por métodos estatísticos, sob pena de colocarem em causa as conclusões dos dados recolhidos. A mera intuição ou as suposições não constituem métodos fiáveis de análise.

Passo 3 - Aplicar o processo de benchmarking

O benchmarking é baseado em quatro etapas, segundo o ciclo de Edwards Deming. A saber: To plan (planear); To do (fazer); To correct (controlar); To act (agir)

      Planejamento - Pode ser resumido a duas questões fundamentais:

   O que deve ser objeto de benchmarking? Para identificar o objeto de benchmarking torna-se necessário, em primeiro lugar, definir rigorosamente a missão que nos propomos levar a cabo.

   Quem devemos estudar? A seleção dos alvos obriga a uma vigilância relativamente às informações recolhidas. Como estas deverão ser comparáveis, será imperioso prever os necessários ajustamentos.

      Recolha de dados - Consiste em analisar os seguintes tipos de informação:

   Informação do domínio público, publicada na imprensa genérica ou em revistas especializadas

   Informação resultante do contacto direto com as empresas através de questionários, de entrevistas ou de visitas

      Análise dos dados - Deve ser efetuada tendo em conta dois aspectos:

   A determinação das diferenças de desempenho

   A identificação dos responsáveis pelos bons resultados das melhores empresas

      Adaptação e melhoria - Determinação da ação para melhorar o desempenho da empresa de acordo com as conclusões do estudo.

Passo 4 - Formar a equipe

Da constituição da equipe de benchmarking depende o sucesso da implementação do processo. A formação das equipes deve permitir a intervenção de toda a empresa. As equipes devem ser flexíveis e podem dividir-se em três grupos:

      Internas - constituídas por elementos de um mesmo departamento e subordinados ao mesmo responsável hierárquico.

      Interdepartamentais - constituídas por elementos com competências adequadas à missão a desempenhar. Uma das suas tarefas é fomentar novas formas de comunicação horizontal no seio da organização.

      Ad Hoc - constituídas esporadicamente, têm como missão a recolha de informação que lhes permita ultrapassar desafios concretos.

Passo 5 - Implementar as ações

A técnica de benchmarking visa o desenvolvimento de estudos que comparem o desempenho com a concorrência, tendo como objetivo alcançar uma posição de liderança. Estes estudos deverão identificar métodos de reconhecida qualidade noutras empresas, ou mesmo na própria empresa, avaliar como esses resultados são obtidos e aplicar o conhecimento adquirido.

Para que os objetivos sejam alcançados, um processo de benchmarking exige a aplicação de algumas regras:

      Recolha de dados internos - tentar compreender, em detalhe, o seu próprio processo

      Recolha de dados externos - analisar o processo dos outros

      Análise das informações - comparar o seu próprio desempenho com a análise dos outros

      Plano de ação - implementar os passos necessários para definir o desempenho a seguir

Para se tornar eficaz, a aplicação de um processo de benchmarking exige uma planificação. Os planos de ação devem incluir:

      Descrição do método e do modo como deverá contribuir para reduzir o diferencial da empresa

      Fixar um calendário, as responsabilidades e o montante dos recursos envolvidos

Ao iniciar um processo de benchmarking, a empresa deve, acima de tudo, conhecer-se bem internamente.

Passo 6 - Recolher os benefícios

A orientação da empresa para o exterior na procura permanente de oportunidades de melhoria das suas práticas, tendo como objetivo o aumento da competitividade no geral, constitui o principal benefício da implementação do benchmarking.

Mas o benchmarking proporciona ainda outro tipo de benefícios:

      Facilita o reconhecimento interno da própria organização

      Promove o conhecimento do meio competitivo

      Facilita a gestão por objetivos

      Constitui um exemplo de motor e de mudança que reduz a resistência interna

Pense Nisto, Aplique, reaplique, inove, compartilhe

Negocie

 

Não Desista  - Negocie – Negocie Sempre!

 

Esta regra que utilizo com certa  frequência ficou mais evidente para mim em uma viagem de negócios, quando estava na praça de alimentação de um shoping .

Escolhi macarrão a carbonara para aquele dia. Estava almoçando e lendo alguns apontamentos, quando observei que alguém se aproximava. Olhei e vi uma jovem que não tirava os olhos do meu macarrão.

 

Esse macarrão parece gostoso,-Disse ela.

- E está mesmo. -  respondi.

- Vou comer  calzone – ela disse.

- Não gosto muito de  calzone – respondi.

- Nem eu – depois olhou para o lado, na direção da loja de calzone, acompanhei seu olhar.  O marido e os dois pequenos e inquietos filhos estavam na fila.

 

Tive vontade de sacudir esta mulher ali mesmo na praça de alimentação do shoping e gritar: “Você não tem que comer Calzone – Pode comer  Maçarão! ‘

Todos vocês podem comer o que quiserem  e serão felizes. A maioria das pessoas reprimi seus impulsos ficam resignadas com as escolhas que não querem..

Se essa jovem  estivesse em um dos  meus treinamentos eu teria explicado   como ela poderia usar todas as seis habilidades básicas na negociação, em menos de três minutos, para entrar em acordo com o marido.  Eu lhe diria o seguinte:

 

Prepare-se –

Dê uma rápida olhada em toda a praça de alimentação e tome a decisão de querer maçarão. Prepara-se para os possíveis conflitos ou objeções por parte do seu marido. Você tem uma Vantagem – conhece muito bem esta pessoa. O que é importante para ele? Estar sem os filhos na fila teria algum valor para ele? Comprar comida rapidamente é uma grande prioridade? Responda estas perguntes faça outras.

 

Estabeleça Limites -   Você não gosta de calzone. Talvez seu limite seja que você não comerá o que não gosta. Se o seu cônjuge não respeita seus limites, talvez você deva reavaliar o relacionamento, da mesma forma com os seus clientes.

 

Tempo – Aperte o botão de pausa : Dê-se tempo para planejar sua estratégia e o que irá falar. Respeite o processamento dele, mesmo se ele levar mais tempo que você para refletir sobre a sua proposta. Saiba que você pode ir de encontro as suas próprias necessidades . Rejeite a noção de que não pode fazer alguma coisa que tenha o poder de aborrecer alguém.

 

Escute : Ouça o que ele diz quando você lhe diz que quer macarrão, mesmo que  ele e as crianças queiram calzone. Depois ouça novamente quando você se oferece para ficar com as crianças ou lhe dar alguma outra  motivação.

 

Seja Claro: Você o ama; diga-lhe isto que o relacionamento ficará melhor quando você dois tiverem o que quiserem. Assegure-lhe de que realizar suas necessidades nessa situação não tomará mais tempo ou custará  mais caro.

 

Feche o negócio:   Isso é fácil se  você cumpriu as outras etapas: Beije-o. Reconheça-o. Agradeça-lhe. Faça um negócio que valha a pena para ele. Todo Mundo quer ser apreciado.

 

Observe que ao final todos saem ganhando. Agora faça a adaptação necessária e aplique estas regras e princípios para o seu dia a dia em cada negócio que for realizar.

 

Faça um bom negócio e boas vendas .  

Você sabe o que o cliente espera da sua empresa?

 

                     Caro leitor  peço que  leia e reflita sobre o exercício proposto abaixo, pensando, efetivamente, em seus clientes (ou possíveis clientes, para quem está começando).   Assinale os principais atributos para os seus clientes. No máximo os  5 itens, palabras, que julgar serem  os  principais.

Este  exercício serve como aquecimento para as atividades do seu dia a dia e repensar o que o cliente busca quando compra um produto ou serviço da sua empresa aproveite  tire uma copia e  faça uma pesquisa com todos na sua empresa e tabém se possível com os clientes dentro da jornada de compra.

 

 • Rapidez                                • Desempenho                         •Tecnologia

• Agilidade                             • Status                                     • Serviços

• Praticidade                         • Tranqüilidade                         • Atendimento

• Resistência                         • Conforto                                 • Personalização

• Espaço                                • Solução                                   • Acabamento

• Novas opções                    • Competitividade                    • Prazer

• Despreocupação               • Regularidade                          • Pontualidade

• Economia                           • Segurança                              • Tradição

• Durabilidade                      • Acolhimento                           experiência .......

    • Escreva outras palavras que sejam relevantes para o seu negócio

  Pense  , Reflita  : -

 É fácil responder esse exercício?

  1. Já tinham parado para pensar nas expectativas dos clientes antes?
  2. Isso que você respondeu é, de fato, o que os clientes esperam ou o que vocês acham que eles  esperam?
  3. Ouve divergência nas repostas nas questões de cada uma das pessoas da equipe.
  4. Como vocês sabem se é mesmo isso ou não?
  5. Pergunte diretamente para ele peça para que anotem até 5 palavras que mais descrevem o seu negócio, acrescente outras palavras que tenha algo haver com o seu negócio.
  6. Analise as repostas,  verifique se esta de acordo com a sua visão e missão do seu negócio,  faças as mudanças necessárias.

 


Pergunte, reflita, analise,  de qualquer forma que bom que você  (ou alguém  de sua empresa ) faz pergunta  e ouvem os clientes. Sorte, também, vocês terem clientes que dizem o que querem. Mas nem todos são assim. Há muitos clientes que não dizem  o que querem. Mas esperam que você saiba. Assim como há também colaboradores que não sabem bem o que os clientes querem de suas empresas, então esta reflexão serve para que você faça um alinhamento das expectativas dos clientes em relação a sua empresa..

 

Loucura? Não! O cliente tem razão. Desde que ele seja seu prospect  potencial cliente  tenha haver com o seu negócio, para isso você precisa conhecer o seu mercado. Todos deve ser bem tratados, porém o cliente em potencial é o nosso rei você já deve ter ouvido isso, mas o problema que tem muita gente, empresa,  que faz dele o bobo da Corte.  Se você monta uma empresa num ramo qualquer, o cliente supõe que você conheça bem o que ele quer. E se você não sabe, precisa perguntar. ‘’È isso faça perguntas descubra  e o que o  seu cliente quer, e aja quando souber a reposta isto é pro-atividade para fazer a diferença no mercado. 

A Panfletagem Digital - Virtual - Algumas Dicas.

 Talvez você nunca tenha ouvido falar essa expressão Panfletagem Digital.

                Caso sua reposta seja sim, tenho uma notícia ruim para você, Você é um panfleteiro digital e seu negócio e mais um em meio a concorrência.

      A panfletagem digital  e a Tradicional é a mesma coisa, porém não é feita na esquina lotada, é feita no Instagram nas midias digitais na Intgernet. A lógica da panfletagem é a seguinte: o dono do negócio manda imprimir milhares de panfletos, uma quantidade muito pequena de pessoas se interessa pelos produtos e comparece à loja. Quer saber  se você está caindo nesta armadilha pense no  seu perfil do instagram,  da sua empresa a maioria dos seus posts está mostrando  seus produtos e serviços, na legenda você coloca a descrição técnica, preço de venda, posta muitas fotos  do tipo  antes e depois mostrando como seu produto  ou serviço é de qualidade é bom. Em resumo se você entrar no seu perfil do instagram da sua empresa, ele estará parecido com um catálogo.

 

 Como fazer panfletagem digital?

Panfletagem como complemento para o conteúdo

É preciso divulgar o que se faz de maneira simples e direta, portanto montar um cronograma de postagens e pensar em como mesclar as postagens de conteúdo com panfletos ajuda a criar consideração pela marca e lembrar seu público sobre seus produtos.

Assim como o excesso de   Panfleto, Flyers, Folders, filipeta, cartaz, folheto não importa qual deles você tenha, utilize, aproveito para dizer que  reconheço e recomendo o uso de cada um deles, mas vamos devagar com eles nada demais é bom,  se você  é uma destas pessoas que não gosta de receber estes materiais no dia a dia  na rua, em casa, nos passeios que dá,  ou  na empresa quando está trabalhando imagine ficar recebendo materiais de divulgação a todo momento quando entra na internet , quando vai visitar um site, um link, ou curtir algo etc.  a dica é ir alternando utilize conteúdos, fotos  etc.

E se sua audiência te ignora, as redes sociais vão te odiar também. Sim, se você receber muito “dislike” no Facebook, você é bloqueado! E o mesmo acontece com o Google. Essas plataformas privilegiam a boa experiência de navegação do usuário.

Por esse motivo, é importante entender o papel de cada rede social dentro do comportamento humano:

Google: As pessoas utilizam esse buscador quando estão com algum problema ou qurem saber algo. Não é atípico você digitar no Google coisas do tipo “como fazer ABC…”

Facebook: As pessoas utilizam essa rede social geralmente em momentos de interação social e lazer e, em algumas exceções (digo, minoria), momentos de trabalho.

Instagram: As pessoas usam essa rede para interagir com os bastidores e dia-dia de grandes marcas e celebridades.

Linkedin: As pessoas utilizam essa rede social para interagir com outros profissionais ou com empresas, com objetivo de: arrumar emprego, fazer networking, fazer negócios ou caçar profissionais.

TikTok:   O TikTok é uma rede social de vídeos curtos que permite compartilhar clipes divertidos com duração entre 15 e 60 segundos. O app faz sucesso principalmente entre o público jovem, que usa a rede social para seguir perfis, compartilhar e postar vídeos e interagir com outros usuários.

Youtube: As pessoas utilizam essa rede para, principalmente, lazer. Algumas exceções utilizam essa rede para aprender algo (e mesmo assim, esse aprendizado deve ser preferencialmente divertido).

Gmail: As pessoas utilizam essa ferramenta para troca de emails.

Como você pode perceber, a maioria das  pessoas utilizam as redes sociais para comprar alguma coisa, elas também querem ver e se entreter. E por esse motivo, a sua estratégia deve seguir na linha de cada uma dessas redes sociais e ganhar a confiança de quem está do outro.

Então tome cuidado a Panfletagem Digital Pode acabar com o seu Negócio, se possível contrate uma agência para fazer uma comunicação integrada, e lembre-se só use o catalago virtual se for necessário e conveniente.

 

   O que é panfletagem virtual?

      Na cultura das hamburguerias da quebrada, a panfletagem digital consiste no benefício de falar diretamente com seu público em menor tempo, utilizando ferramentas como Status do WhatsApp e o Stories do Instagram.

 

Qual o objetivo da panfletagem?

A panfletagem consiste em uma ação de divulgação por meio de panfletos. Estes panfletos são produzidos em papel que trazem informações básicas sobre o empreendimento: Marca, nome, tipo de serviço e/ou produtos, dados para contato como endereço, site, telefone e e-mail.

 

Como funciona a panfletagem digital?

A panfletagem digital é a mesma coisa, porém não é feita na esquina lotada, é feita no Instagram. A lógica da panfletagem é a seguinte: o dono do negócio manda imprimir milhares de panfletos, uma quantidade muito pequena de pessoas se interessa pelos produtos e comparece à loja.

 

Qual o retorno da entrega de panfletos?

A maioria das pesquisas calculam um índice de retorno entre 3% e 5%, ou seja, para cada 100 panfletos entregues há uma média de 4 contatos.

 

Como ter resultados com panfletos?

  •                       Panfletos: 8 dicas para conseguir bons resultados
  • 1.       Planeje o seu conteúdo. ...
  • 2.       Não polua o visual. ...
  • 3.       Determine um tempo para a sua ação. ...
  • 4.       Defina o público-alvo. ...
  • 5.       Informe a sua equipe. ...
  • 6.       Distribua ao público correto. ...
  • 7.       Mensure a eficácia dos seus panfletos. ...
  • 8.       Leve o cliente até o local.

 

Crie panfletos online em 5 passos:

  • 1.       Inscreva-se em um canal a exemplo pode ser na  Venngage. É grátis criar uma conta.
  • 2.       Escolha um modelo de panfleto projetado profissionalmente que se adapte às suas informações.
  • 3.       Insira seu texto, imagens ou gráficos no modelo.
  • 4.       Personalize seu panfleto usando a biblioteca de Venngage de fotos, ícones e ilustrações.
  • 5.       Baixe seu panfleto em formato PNG de alta definição, PDF ou PDF interativo.

 

Tenha e faça otimas vendas - Pense Nisto. !!

  •